Sexta-feira, 22 de Setembro de 2006

segredo

…ela desceu pela rua molhada e escura de finais de Outubro, com as pernas ainda a tremer e o cabelo a voar pela cara. A humidade da tarde misturava-se com a do seu corpo. Eram 18h e tinha que estar em casa as 17:30h …o marido esperava-a para a inauguração. Eu seguia deitado na cama, com o perfume dela na minha pele e a marca das suas unhas nas minhas costas. Sinto a falta dela…e só passaram 5 minutos desde que saiu, 5 minutos sem ela, 5 minutos com a recordação da nossa tarde, da nossa loucura, do nosso segredo….
publicado por Sara Rocha às 12:20
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Continua

. Sem tempo

. Quantas?

. Carta de Amor

. Dance me...in Donostia!

. Este Amor

. Feliz cumpleaños!

. Alucinação

. Poema de amor.

. Agarra ou foge!

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds