Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Sorri!

Foto: Bernardo Coelho

 

Envolve-me de ti

em mistérios de boca...

 

Na manhã dos teus olhos

envolve-me com os teus braços,

de abraços sentidos,

sonhados

em tempos indefinidos.

 

Envolve-me, Amor

com alma. Com desejo

sinto o imenso abraço

pleno de ti...

e de mãos dadas sentimos a calma.

Com calma...cantam mistérios Amor, os nossos corpos.

Sorri, Amor, sorri!

 

Smile - David Gilmour

 

 

tags: ,
publicado por Sara Rocha às 18:17
link do post | favorito
24 comentários:
De Tonecaspintassilgo a 20 de Junho de 2008 às 21:08
Sorvem-se essas palavras como só acontece com as palavras vindas da alma. E quando se lhes junta uma música de excelência, de um músico excelentíssimo, temos um momento mágico.
Pois temos...
TP
De Lágrima de sal a 20 de Junho de 2008 às 12:33
Fantástico este post!

Parabéns pelo SOJACAUSTICA, um blogue de referência!!!!
De Bola de Cristal a 19 de Junho de 2008 às 16:55
Grande blogue o seu, os meus parabéns, está fabuloso! *****
Segue uma linha que dificilmente encontramos na maioria dos blogues.
A sua poesia é diferente. É natural, pura, realista e bela.

bola de cristal
De Bola de Cristal a 19 de Junho de 2008 às 16:49
Grande blogue o seu, os meus parabéns, está fabuloso! *****
Segue uma linha que dificilmente encontramos na maioria dos blogues.
A sua poesia é diferente. É natural, pura, realista e bela.

bola de cristal
De Marta Fernandes a 19 de Junho de 2008 às 12:58
Gostei do que li e ouvie, nesta época de exames,acho que vou rever muitas vezes este post, fico mais calma, é um momento de relax.
Obgd. Sojita
De Ervilha a 19 de Junho de 2008 às 12:29
Ao ler o seu poema e a ouvir o Gilmour tive a sensação de flutuar nas ondas de um mar, um mar de calma, paz e muito amor.
Obrigado pela sensação, pelo post e por esse seu magnifico blogue!
De Carlos Gama a 19 de Junho de 2008 às 12:18
Fabuloso!
De Correio Azul a 19 de Junho de 2008 às 11:37
Quisera eu viver um momento destes...e ter a sensibilidade para o transpor para o papel "virtual" ou não, e depois oferece-lo a quem peço para sorrir.
Quisera eu..
De Caneta de Pena a 19 de Junho de 2008 às 11:10
...e que ninguém "escute" esse sorriso - só você!
Parabéns mais um magnifico Post.

Caneta de Pena
De Mingus a 19 de Junho de 2008 às 10:43
Magnifico post, Sojacaustica.
Cada vez melhor. Continua, cá estou eu para te ler.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Continua

. Sem tempo

. Quantas?

. Carta de Amor

. Dance me...in Donostia!

. Este Amor

. Feliz cumpleaños!

. Alucinação

. Poema de amor.

. Agarra ou foge!

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds