Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

Discrepâncias

Foto: António Carreteiro

Foto: António Carrateiro

 

E de repente... o tempo fragmentou-se

e pequenos nadas flutuam

na memória de um Eu que foi

e é, neste agora

despojado de mim,

uma espécie de fractal

que supera

que transforma

e que impera

num eterno multiplicar de um Ser

que demora,

que ri, que chora

numa cornucópia de vida

que não é, senão

uma eterna ampulheta que vira e revira

e tudo continua

na infinita discrepância

de um eterno nada

carregado de mim

que teme

mas,

que também implora

pelo fim!

 

 

Pavlov's Dog - Subway Sue

 

 

 

 

publicado por Sara Rocha às 16:46
link do post | favorito
45 comentários:
De Venus in spring a 4 de Junho de 2008 às 21:19
To feel that you are connected to another human being gives you positive energy.
This flow from one to another alternates without measure or order or specific time.
It has no logic. This is no why, how, when or how much. Without barriers it comes and goes freely.
CONGRATULATIONS - PARABÉNS on this your second anniversary which I am fortunate enough to share.
De Sara Rocha a 5 de Junho de 2008 às 10:31
Many thanks Venus!!!!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Continua

. Sem tempo

. Quantas?

. Carta de Amor

. Dance me...in Donostia!

. Este Amor

. Feliz cumpleaños!

. Alucinação

. Poema de amor.

. Agarra ou foge!

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds