Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

circuito fechado

                                                                                    Foto: Luís Gonzaga Batista

 Uma palavra nos une.

 Uma palavra comum.

 Uma palavra opõe-nos.

 ...uma palavra de amantes!

0101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101100101010101010101010101101

Uma fome do outro,

suficientemente feroz,

para querer absorve-lo,

aos bocados,

lentamente,

corpo e alma,

amor ,

desejo.

0101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101100101010101010101010101101 

Incorporar-me em ti

até desapareceres em mim.

0101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101100101010101010101010101101 

No amor acabamos sempre por devorar quem amamos. Porque o amamos.

0101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101100101010101010101010101101 

 

Já não sabemos onde começa um e onde o outro acaba.

 

 

0101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101010101100101010101010101010101101          

Um circuito fechado.

 

Excerto do conto Ana e Miguel de Sara Rocha,( 1993)

Kaiser Chiefs - Ruby

 

 

publicado por Sara Rocha às 18:19
link do post | favorito
14 comentários:
De Salito a 19 de Abril de 2008 às 23:33
As palavras sucedem-se com uma lógica perfeita, pelo que a linguagem binária com que complementas este post não poderia estar melhor aplicada...
Parabéns pelo Post, Foto, Música e principalmente pela forma peculiar com que consegues expor sentimentos tão profundos sentidos e/ou vividos...
De Salito a 19 de Abril de 2008 às 23:32
As palavras sucedem-se com uma lógica perfeita, pelo que a linguagem binária com que complementas este post não poderia estar melhor aplicada...
Parabéns pelo Post, Foto, Música e principalmente pela forma peculiar com que consegues expor sentimentos tão profundos sentidos e/ou vividos...
De Banderas a 18 de Abril de 2008 às 19:20
REOLÁS SOJA.

Quem me dera... fazer parte desse circuito!

Exprimes a intensidade da paixão, amor e desejo.

A linguagem matemática está bem enquadrada.

O problema está em não encontrar a saída ...

Continuas em forma.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Continua

. Sem tempo

. Quantas?

. Carta de Amor

. Dance me...in Donostia!

. Este Amor

. Feliz cumpleaños!

. Alucinação

. Poema de amor.

. Agarra ou foge!

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds