Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Atreve-te!

 Foto: Mafásiras

 

 

Ainda chove

chuva de verão...

no chão silencioso e triste

Memórias

de alguém que fui...ou não...

de palavras erradas

perdidas no tempo,

que abafam sabores

gestos

imagens

toques

odores

de uvas frescas,

café amargo,

paus de canela

avivam desejos

de um tempo irrisório

ganho

perdido

feliz

fugaz...provisório

de nós.

Ou...talvez de uma imagem real

física

inicial

excêntrica, atrevida

...sensacional.

 

 

publicado por Sara Rocha às 18:38
link do post | favorito
4 comentários:
De Paulo Silva a 26 de Setembro de 2007 às 11:10
Oi.
Antes de mais como fotografo devo dizer que adoro a foto.

Relativamente ao poema em si, está com uma fluidez, quase uma musicalidade fantástica.
Gosto da forma como provocas imagens no cerebro sem que eu sequer as peça...

Gostei imenso.
De nuno_world@yahoo.com a 25 de Setembro de 2007 às 15:31
Odorífero, palpável, sensível...genial. Fazes procurar por lembranças de alguém que não existiu. Ou então existiu comoi a metáfora de algo tão breve como uma mudança de estação. Não seu o que outros dirão. Mas eu gostei.
De Lobo das Estepes a 25 de Setembro de 2007 às 12:59


As palavras erradas perdidas no tempo, são como balas sem pólvora, atroam, mas não ferem(sic. Padre António Vieira).
Uma memória, habitada por odores a uvas frescas, café amargo com paus de canela, jamais traduz um tempo em vão, ainda que fugaz dentro da fugacidade do tempo.

Um bom poema Soda , nota-se que foi moldado ao correr da pena.

Um abraço

Lobo das Estepes




De Tiago Nené a 25 de Setembro de 2007 às 15:05
Lindo poema este:) sou cada vez mais fã da tua escrita.
Consegues encontrar a subtileza como poucos:)

Tiago Nené

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Continua

. Sem tempo

. Quantas?

. Carta de Amor

. Dance me...in Donostia!

. Este Amor

. Feliz cumpleaños!

. Alucinação

. Poema de amor.

. Agarra ou foge!

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds